quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

MÁSCARA



Eu sei...
da mentira, o gume
que me corta os lábios
da verdade oclusa.

Eu sei...
da verdade oculta
que me trai o beijo
por moedas falsas.

E vou,
relegando a vida,
relevando a dor...

morro,
em verdade,
um sorriso ao dia...

1 comentário:

  1. Morres um sorriso ao dia...Lindo e quão profunto,Tera! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar