segunda-feira, 9 de novembro de 2009

JOGO DUPLO

Com o olhar nú e aceso,
enfeitiças-me os sentidos,
passas em mim só miragem,
eco só dos meus gemidos.

Torturas-me, em rito sábio,
ao sabor do teu desejo,
matas-me em sede, de sede,
por gosto a jogo e cortejo.

E quando a mesa se vira,
o trunfo é meu e o céu nosso
e o teu corpo é um abraço...

A boca em beijo delira,
saber dizer já não posso
que me fazes, que te faço...

Sem comentários:

Enviar um comentário