quinta-feira, 28 de maio de 2009

AMIZADE

Há tantas maneiras de se dizer "bom dia!"...Ontem o meu dia foi melhor... porque saudado por este belo cantar d'amigo...

(Poema de Jose Ribeiro Zito)

Amiga!
Sei apenas que estou aqui,
Vestido com brilho de ternura,
De corpo inteiro para te escutar,
Com o sol postos nos olhos
E sem a mais leve ponta de censura.
Compreender que o teu céu
Também pode ser vermelho
Quando o meu é nitidamente azul
E que o sol pode ter
Se assim tu o quiseres
O tom das cores que lhe puseres
Com o pincel da imaginação
E que a lua pode rolar na rua
Rodada no teu coração.

Escutar-te como se o tempo
De repente parasse pra descansar
Numa pausa que não desse conta
Que o ponteiro sentado
Parou de rodar compassado
E como uma nuvem te envolveu
Ternamente a contar as estrelas
Como um sonho de anjo
A soprar e a acendê-las.
Escutar-te como se a tua dor
Fosse do tamanho do universo
E partilhado me tivesse trespassado
Com uma lança de saber
Que a tua angústia foi ampliada
Como a maior de todas as dores
Para eu te fazer um verso
Em que as rimas são os teus amores.
Escutar-te apenas com o coração
Como se o teu silêncio
Fosse o maior de todos os gritos
E a tua infiltrada solidão
Fosse o universo da presença
Dos teus sonhos mais bonitos.
Escutar-te apenas!
Sem mais escutar-te
Como se a tua chegada alegria
Não coubesse neste mundo
Ou se a tua orientação andasse à toa
E nunca fosse ao fundo.
Escutar-te apenas
No teu coração que ressoa
Mesmo longe, mas a teu lado,
Com tudo o que sou
Naquilo que és
Sem vaidade nem penas
Apenas como pessoa boa.


Zito

(Obrigada, amigo...)

Sem comentários:

Enviar um comentário